Primeiras Impressões de Ensina-me a Amar de Raíssa Nantes

    Para essas Primeiras Impressões recebi as primeiras 49 páginas do livro.

    Raíssa Nantes escreveu as primeira versão desse livro com apenas 16 anos e foi lapidando o texto até torná-lo o que é hoje. Preciso dizer que fez um belíssimo trabalho.

      Narrado em terceira pessoa através do narrador, ora o ponto de vista é de keira e mais pra frente, surge também o Ponto de vista do Duque. Alternando-se narrador e ponto de vista dos protagonistas. Não tenho ainda como afirmar se outros personagens entram para contar sua visão dos fatos, estou curiosa.

    Keira é uma personagem fora de sua época. Embora seja uma "dama", tem habilidades pouco convencionais para aquele tempo como, por exemplo, entender da contabilidade da fazenda (coisa que muita gente não sabe fazer nem nos dias atuais srsrs) e é forte e independente, sabendo inclusive como manejar a frivolidade da mãe e da nobreza em si .

   É audaciosa mas, ainda assim,desmaia ao ver algo que parece sobrenatural quando...Vou explicar melhor  daqui a pouco, certo?

     A trama se passa em Londres em 1825.

     Keira Christinne Kess está às voltas com  os livros de contabilidade da fazenda. Ao seu lado está o irmão Jamie- que se tornou pai recentemente. Sua mulher acabou de dar à luz ao primeiro filho do casal. 

     Com 26 anos, a solteirice de Keira preocupa sua mãe Ane- mulher frívola e egocêntrica, filha de um baronete do ramo bancário- que insiste para que Keira  aceite  a corte do Marquês de Castlebury. O nobre está falido, segundo o que Keira conseguiu apurar, mas parece que sua mãe não só ignora o fato como não dá a minima quando Keira diz a ela sobre a falência do Marquês.

     Por sua vez, Keira está preocupada com  a saúde de seu pai.E não é a única a se preocupar com a grave pneumonia que se abateu sobre o patriarca.ão 

    Jamie,  irmão de keira, não vê outra saída e resolve então cobrar uma promessa de ajuda do  Duque de Caradon, pedindo uma estadia no castelo do Duque, para que os ares  do interior ajudem na recuperação de seu pai.

    A promessa do Duque foi uma forma de agradecimento a Jamie  em virtude deste  ter salvo a vida do duque na Batalha de Waterloo.

   Ainda que o Duque não ache que, na verdade, sua vida tenha realmente valido a pena ser salva.  Afinal,sua mulher suicidou-se após  seu retorno ao castelo , levando-o a  acreditar que o suicídiio dela foi causado por conta do duque ter sofrido  graves ferimentos durante a Batalha.

    Enquanto Keira escreve para a avó Odaline- velha cigana, mãe de seu pai- para que ela venha conhecer seu bisneto, Jamie escreve para o Duque pedindo para recebê-los em comitiva em seu castelo, até o pronto restabelecimento da saúde paterna,o que o médico achou ser excelente ideia.

     O Duque Anthony Caradon aceita ajudá-los e eles se mudam para uma temporada na Cornualha.

     Quando chega ao castelo, Keira resolve tomar um banho e de repente escuta a voz - uma mulher ruiva com incriveis olhos negros a pedir-lhe  ajuda:

“Como aquilo era possível? – perguntou-se exasperada em seus pensamentos.  Keira não acreditava em fantasmas, não era racional acreditar nesses seres, mas o que via a sua frente, com toda a certeza não era um ser vivo. Os olhos negros, sem um pingo do branco natural, eram suplicantes a encaravam cheios de dor. Seus longos cabelos ruivos estavam molhados, mas nem um pingo de umidade era sentido por Keira que sem ar, apenas a observava mover os lábios:

  - Ajude-me, Keira. Liberte-me, por favor...  E com esses últimos murmúrios em sua mente, Keira desfaleceu.”

 

     O livro é uma novela de época que recria a atmosfera das novelas  românticos antigas ao  ser ambientada em 1825 em castelos, inicalmente em Londres e em seguida na Cornualha- um condado que fica no sudoeste de uma península da Inglaterra, Reino Unido.

     Entretanto, como o livro é uma novela, com um tema central único – a ida da familia Kess para a cornualha onde a trama se desenvolve-  sem ter o aprofundamento de subtramas paralelas e apenas menção do local onde se passa a trama sem descrições de cenário, o livro Ensina-me a amar  de Raíssa  Nantes é caracterizado como uma novela de época. E uma novela com tudo a que tem direito: suspenses, fantasmas, castelos, nobres lindos e misteriosos, mortes misteriosas...e muito mistério! Sinto que mistério será a tônica dessa novela romântica , não vejo a hora de ler o livro por completo.

O que posso dizer?

Estou suspirando aqui pela continuação desse belo livro! 

Agora fiquem com a sinopse:

         Sinopse:

O Duque de Caradon guarda marcas profundas e perturbadoras em seu corpo e em sua alma. A última coisa que desejava era ter seu exílio e solidão quebrados por visitantes indesejados, entretanto ele não poderia negar o pedido de ajuda do homem que havia salvado sua vida na guerra de Waterloo. Pronto para receber o pai enfermo do amigo e uma pequena comitiva de enfermeiros e criados para cuidar do conforto do adoentado, ele não esperava encontrar junto ao grupo a perturbadora presença de Keira Kress, a irmã de seu velho amigo.

Keira gostaria muito de ficar em Londres e ajudar o irmão com a administração das empresas da família, mas a insistente corte de um marquês falido e o apoio direto de sua mãe para que ela se case com homem fazem com que a jovem rume para a Cornualha com parte de sua família. Lá ela irá descubrir que além do misterioso duque, Caradon esconde  segredos perversos, traições mortais e a renovadora força do amor verdadeiro.   

Atenção! 

O livro Ensina-me a amar de Raíssa Nantes será Lançado dia 20 de Outubro de 2017  na Amazon e para quem tiver o Unlimeted poderá baixá-lo gratuitamente!

Não perca ! 

 Michelle Louise Paranhos- autora e critica literária.                      

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!