Resenha de Revelações do Monte Sinai

Um Livro que irá mexer com suas convicções.

Autor:Yitzhak Ben-Gurion

Editora Barqueiro Ano de Publicação 2015

N° de páginas 215

O Livro é narrado pelo narrador-personagem:Dereck Kidner,protagonista .

Dereck Kidner e Gwyneth são americanos e casados .Dereck é jornalista  especialista em Políticas Ocidentais.Gwyneth é pediatra e logo no início da trama,aceita se tornar voluntária numa missão humanitária no Sudão-África- pela Cruz Vermelha.

Como a viagem seria de 20 dias,a princípio,ela consgue convencer ao marido -recém casados há dois anos-a pedir uma dispensa temporária para acompanhá-la nessa viagem.

Ao chegar no Sudão,o gerente do Hotel, Radish acaba por confiar em Dereck uma importante revelação: seu irmão,Nizaim, tem um filho que aparentemente encontrou umas pedras com inscrições estranhas e pede para Dereck olhar as Pedras.

Ao examiná-las ,Dereck percebe que os caracteres nelas escritos são feitos com uma impressão que indica tipografia.

Dereck procura seu ex professor,Professor Thompson ,que confirma que as pedras revelam uma escrita em aramaico muito antigo e em letra cursiva,estranhamente impressas como se já existisse a tipografia,o que seria impossível na época de datação do achado:de 1.570 a 1.000 AC.

Dessa vez,para quem havia ido por acaso participar desta empreitada até um país estranho,agora era Dereck quem levava a esposa para um missão arqueológica junto ao professor da faculdade e uma equipe de jprnalistas de uma TV a cabo que faria um documentário sobre a descoberta.

Ao chegar no país do oriente Médio,um verdadeiro barril de pólvora,eles não recebem visto para a expedição,já que para muitos daquele país todos objeto retirado de solo egípicio é profanação de objetos sagrados e dele pode emanar algum poder.

Os antigos egipicios eram animistas e consideravam objetos ,animais e corpos celestes sagrados.Apesar dos mulçumanos serem monoteístas-acreditarem num único Deus-a maior parte da Africa é animista e acredita que das pedras descobertas pode emanar algum poder-inclusive muitos do governo acreditam nisso.

Com esse enredo o autor traz à tona questões importantes para discussão com o leitor.

Questiona a lei do Criacionismo como é difundida até hoje-onde Deus criou o mundo ,em seis dias e descansou no sétimo-e através do que chamou a Teoria das Recriações faz uma releitura de algumas passagens bíblicas com profundidade científica e a o mesmo  tempo com profundo conhecimento teológico .Políticas ,teologias e ciência-questões são levantadas e exploradas com leveza e profundidade.

Um Romance de cunho histórico brilhante que por muitas vezes me fez acreditar estar de fato lendo importantes revelações jornalísticas.Amor,amizade,teologia e fé-um romance para quem tem mente aberta e acredita que ainda existe muitas coisas entre o céu e a terra além da compreensão de nossa vã filosofia,como diria Shakespeare.

Frases do livro:

" A doença mais mortal é a miséria,que além de restringir recursos financeiros também limita iniciativa por falta de esperança"

"O mundo sempre fora muito estranho para mim,mas naquele dia eu era o estranho para o resto do mundo"

Gostou? compartilhe e não deixe de comentar!

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!