Resenha de Mensagem Poética de Fernando Pessoa de Zilda de Oliveira Freitas

"Mensagem Poética na Obra de Fernando Pessoa " é uma obra cuja linguagem fluída, vocabulário culto sem ser rebuscado e clareza de argumentação e análise torna possível uma perfeita compreensão da Obra de estudo aqui apresentada por todos que a lerem, e se encantarem com o personagem- título  presente em suas 153 páginas, Fernando Pessoa.

       De fundamental importância para estudiosos de língua portuguesa, poetas e escritores. Especialmente para estes últimos, Mensagem Poética de Fernando Pessoa é um alerta necessário da importância de se codificar uma mensagem literária, assim como de escrever obras literárias cuja função seja trazer uma mensagem para reflexão do leitor (...)"

Vamos conhecer mais sobre essa obra Literária?

        Livro: Mensagem Poética  de Fernando Pessoa

       Autora: Zilda Oliveira Freitas
 
       Editora: Chiado Editora
 
       Número de Páginas: 236
 
       Literatura Portuguesa
 
       Link para Aquisição:
 

 

        Mensagem Poética  de Fernando Pessoa de Zilda Oliveira Freitas chegou ao Blog Café Literatura como parceria entre o Blog e a Editora Chiado, especialmente para o evento Em Pauta: Café Literatura.

         Entretanto, ao ler o original para resenhá-lo, eu desconfiei de estar lendo mais do que uma obra valiosa e rara beleza; Mensagem Poética seria uma fundamentada crítica literária na defesa da grandiosidade da Obra do Poeta Sebastianista!

       Em conversa com a autora de Mensagem Poética ela confirmou minhas primeiras impressões. De fato, a obra Mensagem poética de Fernando Pessoa é sua defesa de tese na Universidade Aberta de Portugal.

     Fernando Pessoa é um clássico da literatura Portuguesa e, como defende Ítalo Calvino, "Um clássico é um livro que nunca terminou de dizer aquilo que tinha para dizer" (CALVINO, I. 1981:10).

      Aqui no Brasil, com trágica frequência, (re) conhecemos pouco da importância desse brilhante poeta Português, objeto desse estudo de caso.

      Muito do que se tem de conhecimento são poemas aqui e acolá, pensamentos creditados à Pessoa  em redes sociais - e que nem sempre a ele pertencem, de fato- num pseudo-intelectualismo popularesco, que apela aos clássicos a exaustão quando quer se  obter destaque sem nem sempre compreender aquilo que se  diz ou compartilha em redes sociais.

      Alguns poemas famosos de Fernando Pessoa são debatidos no Ensino Médio Brasileiro, sem a devida contextualização e profundidade porém, e muitos de nós deste lado do Atlântico só temos acesso ao poeta e as mensagem de seus poemas em discussões universitárias, o que limita bastante o conhecimento do autor em questão, pois grande parte dos cidadãos  daqui não tem ainda acesso ao ensino superior.

      E, ainda assim, nem sempre o contexto histórico intrinsecos aos poemas pessoanos e de fundamental importância para perfeita compreensão são do conhecimento de quem lê as frases isoladamente e que geralmente são retiradas de sites de pensamentos na web.

    Através da paciente decifração da mensagem contida nos poemas nesta Obra analisada, pude finalmente compreender certas passagens até então com hermética compreensão para mim, como as existentes no poema Quinto Império, por exemplo:

 

“Triste de quem vive em casa, Contente com o seu lar, Sem que um sonho, no erguer de asa, Faça até mais rubra a brasa Da lareira a abandonar”! 

Triste de quem é feliz! Vive porque a vida dura. Nada na alma lhe diz Mais que a lição da raiz — Ter por vida a sepultura. 

Eras sobre eras se somem/ No tempo que em eras vem./ Ser descontente é ser homem. Que as forças cegas se domem/ Pela visão que a alma tem! 

E assim, passados os quatro Tempos do ser que sonhou, A terra será teatro Do dia claro, que no atro/ Da erma noite começou. 

Grécia, Roma, Cristandade, Europa — os quatro se vão Para onde vai toda idade. Quem vem viver a verdade /Que morreu D. Sebastião? “(“ Quinto Império “de Fernando Pessoa).

 

   Como compreender um Quinto império exaustivamente mencionado- e por que não dizer exigido, por Fernando Pessoa sem ter conhecimento do contexto político?

   Eis a explicação minuciosa da autora, verso por verso- trazendo a luz para nós, leitores incipientes de Pessoa :

 

“As ideias expressas nos textos de Fernando Pessoa levam-nos a acreditar que o autor compreendia Portugal como um país essencialmente imperial23, sendo o Quinto Império uma proposição mítico-religiosa e messiânica. Apesar de longa, pensamos que a seguinte citação se justifica como ponto de

partida para a reflexão a que agora nos propomos. Trata-se do poema “Quinto Império”, segundo poema dos cinco símbolos24, reunidos na terceira parte da Mensagem pessoana.”

 

E a autora Zilda de Oliveira Freitas ainda ressalta:

Como afirmamos no Preâmbulo de nosso presente livro, acreditamos que as linhas mestras de Mensagem ( de autoria de Fernando Pessoa) são a reflexão e o resgate dos mitos ancestrais e dos heróis fundadores, como revitalização da autêntica identidade nacional.”

    Como percebi que Zilda de Oliveira Freitas buscou vários livros de referência para a defesa de sua critica literária prontamente pesquisei e me propus a ler, antes mesmo de ler a obra Mensagem Poética de Fernando Pessoa, objeto desta resenha,  para a conhecer melhor o livro original de Fernando Pessoa-Mensagem.

    Em Mensagem, Pessoa traça importantes referências ao mito de Ulisses e a suposta chegada do herói a Portugal e o papel na fundação de Lisboa.

     Além disso, há reiteiradas menções a Dom Sebastião e, em seu famoso poema Quinto Império, Pessoa menciona o desaparecimento em combate de D. Sebastião, após a derrota do monarca na Batalha de Alcácer-Quibir e da nata da Nobreza em 1578, o que precipitou a crise dinástica em 1580 e que levou à crise da independência para a Espanha e ao mito do Sebastianismo.

      Durante a leitura de Mensagem eu pude intuir uma crescente exasperação em Pessoa ao perceber que,contido em sua (in)consciente visão ufanista a respeito de D. Sebastião possuir um quê messiânico e que, graças a isso, crescia em Pessoa e também nos Cidadãos portugueses o desejo premente e  inatingível de que D Sebastão ressurgisse dos mortos com a função heróica de conduzir Portugal às epocas gloriosas mais uma vez.

      A importância de D. Sebastião é tal como o mito de rei Arthur para a Inglaterra e Frederico Barbarossa na Alemanha.

     Fernando Pessoa leva-nos a acreditar que o autor compreendia Portugal como um país essencialmente imperial, sendo o Quinto Império uma proposição mítica - religiosa e messiânica.

     Como Literata, Zilda de Oliveira Freitas possui capacidade de argumentação clara e de fácil compreensão e assimilação, e aos poucos, os versos de Ferando Pessoa torna-se para todos nós, que não conhecíamos a fundo a obra do mestre Português.

     A Título de melhor entendimento, assinalo umas passagens que destaquei na Obra de Zilda Oliveira Freitas:

“ “ Sou, de facto, um nacionalista mystico, um sebastianista racional. Mas sou, à parte isso, e até em contradicção com isso, muitas outras coisas" (PESSOA, F., 1998: 251)”

 

Outra passagem assinalada:

“Fernando Pessoa inicia seu mais famoso texto sobre Camões com uma afirmação "Camões é Os lusíadas" (PESSOA, F., 2000: 215) e acrescenta que "Não ocupa Os lusíadas um lugar entre as primeiras epopeias do mundo" (Id.), "Pertencendo, porém, à segunda ordem das epopeias" (Ibid.). Ao comparar o material mítico das epopeias de primeira grandeza ["só a Ilíada, a Divina Comédia e o Paraíso Perdido ganharam esta elevação" (PESSOA, F., 2000: 215)], o autor de Mensagem compreende a classificação d'Os lusíadas como epopeia de segunda ordem. Significa que isso ocorre porque o elemento mítico está presente, porém não questionado ou adaptado à crise do sujeito lusitano à época em que a obra foi composta. Assim escreve Fernando Pessoa: “A Camões bastou a história próxima da lenda e Além. O povo, que cantou, fizera da ficção certeza, da distância colónia, da imaginação vontade. Sob os próprios olhos do épico se desenrolou o inimaginável e o impossível se conseguiu. Sua epopeia não foi mais que uma reportagem transcendente, que o assunto obrigou a nascer épica.  (PESSOA, F., 2000: 215)”.

 

      A linguagem fluída, vocabulário culto sem ser rebuscado e clareza de argumentação e análise torna possível uma perfeita compreensão da Obra de estudo aqui apresentada por todos que a lerem, e se encantarem com o personagem- título presente em suas 153 páginas, Fernando Pessoa.

       De fundamental importância para estudiosos de língua portuguesa, poetas e escritores. Especialmente para estes últimos, Mensagem Poética  de Fernando Pessoa é um alerta necessário da importância de se codificar uma mensagem literária, assim como de escrever obras literárias cuja função seja trazer uma mensagem para reflexão do leitor e que não sirva tão somente ao deleite do autor, que escreve em primeira instância para si mesmo... E em última instância também!

         Percebo um subliminar propósito de servir de alerta para uma geração de escritores atuais, tomados por uma superficial interpretação dos clássicos e confinados diante da perspectiva de produzirem uma comercial literatura de entretenimento.

        A reflexão que a presente obra deixou para mim foi essa:

        É a mensagem criada pelo autor (emissor) e transmitida para o leitor (receptor) de forma responsável, o que torna uma obra literária imortal e é isso que trará reconhecimento para o autor por consequência, tornando-o objeto de estudo para gerações futuras.

 

Resenha de Michelle Louise Paranhos- autora eCrítica Literária para o evento exclusivo  do Blog Café Literatura 

 

O Em Pauta : Café Literatura  consiste em um debate literário com foco especial na obra a ser debatida e com uma hora de duração e sorteio ao final do evento entre os participantes. Evento no Facebook.

   O debate deste livro será em 15 de julho de 2017 às 15 horas no Brasil (horário de Brasília) e às 19 horas para Portugal no Em Pauta : Café Literatura ☆ 3  (Terceira Edição do Evento).

  Acesse ao conteúdo da página do evento  para ter acesso ao material de apoio como quotes , entrevista e muito mais sobre o livro e ainda confirmar sua participação.

Link Em Pauta : Café Literatura ☆ 3

www.facebook.com/events/663333587197242/

     

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!