Primeiras Impressões do LIvro Log#1525 de B. Demetrius

Hoje estou aqui para apresentar as minhas impressões sobre o livro Log#1525, um sci-fi espetacular . A ficcção que marca a promissora estréia do autor B. Demetrius através da Ficcção Cientìfica no Brasil! Vamos conhecer esse livro então?

 

        A amostra de Log #1525 de B. Demtrius chegou até a mim virtualmente, com uma senha de acesso para permitir a leitura da mesma.

          Um simples detalhe que passaria despercebido, não fosse esse livro cercado de mistérios, como toda boa ficcção científica deve ser.

          Colocar a senha pela primeira vez e a cada releitura que se fez necessária para elaboração desse texto foi como registrar um dado e essa sensação logo se revelou como similar ao enredo criado pelo autor o que, certamente, me induziu a assumir o papel do personagem, provocando maior imersão na trama.

           O arquivo inicia-se com a transmissão do 4° bloco de dados, ao longo de dezoito páginas da amostra.

          Atente-se para o fato de que não li a sinopse do livro, para que eu pudesse retratar fielmente minhas primeiras impressões sem que elas fossem contaminadas por opiniões externas.

           Neste primeiro Log# 1640, o personagem principal derrete compostos na neve daquele lugar para fazer café- uma tentativa de normalidade numa situação inusitada.

           Ele tenta localizar a segunda nave, mas Boris- que um pouco mais a frente descobrimos ser uma Inteligência Artificial- fornece dados incompletos, alguns dos quais estão corrompidos.

           No Log #1654 o personagem entra numa espécie de ciclo de sono e terapia por dezesseis horas.

           Em Log #1655 ele planeja caminhar até Marco I, implantar uma antena para replicar o sinal e ir até a nave auxiliar.

          Mas algo o espreita naquele ambiente e no Log #1670 o personagem sofre um acidente aparentemente letal... Tal a última transmissão de Dados de Boris, no protocolo de emergência 073: aquecimento do hospedeiro iniciado.

            Aqui o autor B.Demetrius coloca uma incrível incógnita: será que nosso personagem realmente morreu?

           Durante todo esse bloco de transmissão de dados ocorre o chamado de Log em ordem crescente e aparentemente cronológica- embora nada indique a passagem de dias, a não ser quando diz que faltariam três dias para o terceiro Eclipse. De onde se conclui que se aquele seria o terceiro Eclipse, existiram dois outros anteriores, mas não sei afirmar qual o intervalo de tempo entre eles.

          O nivel de estresse do personagem aumenta consideravelmente, conforme chega o grande momento de seguir até a nave auxiliar e existe a menção sobre criaturas, algo como monstros que poderiam fazer mal ao personagem- o que parece se concretizar durante o terceiro eclipe e Boris, de repente, o abandona.

           Fiquei curiosa para saber se Boris forneceu os dados corrompidos propositalmente, ou se de fato foi um acidente.

           Será que ele nunca pode contar com Boris? E se assim foi, como ele pode se enganar com I.A. (Inteligência Atificial)? Nosso personagem parece alguém bastante inteligente, perspicaz e que não seria facilmente manipulado por quem quer que fosse.

           A capa do livro Log #1525 tem a predomiância de azul profundo no céu e branco da neve.

          Um homem caminha sobre a neve branca, vestido como astronauta. Seria que ele estava em outro mundo? Uma das luas de Saturno?  Por outro lado, ele encontra vegetação embaixo da neve mencionado no texto, o que faz ainda menos sentido. Aquela neve iria derreter? Como seria o verão naquele lugar... Afinal, que lugar ele estava mesmo?

         A colocação de dados lembra-me de um tipo de diário de bordo, e conversando com o autor quando ele me enviou a amostra, ele referiu-se ao personagem como Major, um cargo militar. Porque um mililitar estaria ali, sozinho, sem o apoio da corporação?

        O autor B. Demetrius cria um instigante clima de suspense ao eliminar o personagem no 4°bloco de dados e se este bloco não é o último, então é porque existe algo a ser revelado.

        E o que aconteceu no dado Log #1525, afinal? Porque essa inserção de dado foi escolhida para o título do livro, qual a relação?

       As informações são fornecidas aos poucos, o clima de suspense aumenta e as informações contraditórias instigam ao leitor a querer saber o que de fato está acontecendo com o Major!

        Estou muito ansiosa para descobrir!

       E essas foram as Primeiras Impressões de Log#1525 de B. Demetrius!

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!