A Noite escura da Alma

Resenha para o Livro A Noite escura da Alma de Aldivan Teixeira
 
Um ano se passou desde que o narrador-personagem Aldivan esteve na Gruta do desespero, onde se saiu vitorioso sobre os inúmeros desafios enfrentados e que o transformaram no Vidente ou Filho de Deus e essa batalha está descrita no livro “Forças opostas”.
 
     Agora, o vitorioso Aldivan conquistou dons especiais sobre o espaço e o tempo.
 
     Após esse triunfo inicial, ele retornou à vida simples de antes, concluiu o ensino superior, mas ainda não estava completamente realizado, porque não havia ainda conseguido colocar a série literária de sua autoria, “O Vidente”, no topo da literatura.
 
      Aldivan então decide retornar à sagrada montanha de Orubá , reencontrar a guardiã para que ela o ajude a superar a noite escura da alma,que é aquilo que separa o vidente de conquistar seu intento;Todo aquele que chegar até a montanha terá seus desejos atendidos,desde que não sejam desejos egoístas.
 
     Durante o retorno a Mimoso, Aldivan reencontra a guardiã e Renato, conhece o hindu, o capitão Jackstone (o pirata) e outros personagens – e cada um deles tem algo a ensinar ao jovem Aldivan sobre o caminho que percorreram na vida deles até a vitória sobre a noite escura de cada um.
 
    Segundo o autor a noite escura da alma é numa definição sucinta,quando nos desviamos no caminho do bem e passamos a trilhar um caminho desvirtuado,vaidoso, e que é abalado pelos sete pecados capitais.
 
    Porém, essa definição descrita acima nem de longe retrata exatamente o significado deste termo.
 
   O autor revela pouco a pouco para o leitor- através dessa narrativa biográfica, sobrenatural e  com toques de ficção fantástica  -não apenas como enfrentar a  odisseia da noite escura da alma ,assim como sobreviver a ela, conquistar seus objetivos.
 
      Sereias, deusa da água, mistérios e encantos- cada capítulo narrado traz novas aventuras inusitadas na vida desse escritor que teve a ousadia de partir numa jornada heroica contra o pior inimigo que o ser humano pode ter- ele mesmo.
 
       Somos nosso pior inimigo ou ainda nosso melhor amigo- e a condução da vida de cada um faz toda a diferença nessa escolha capital!
 
      Sua trajetória serve de exemplo de superação e fé para triunfarmos na luta do bem contra o mal.
 
 
 
 Michelle Louise Paranhos- Crítica literária  e autora .
 
Resenha foi publicada no blog parceiro Arca literária no link:

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!